Senso InComum Edição 41 está disponível na plataforma Issuu

Em um momento conturbado, marcado por discussões políticas, acentua-se ainda mais a falta de conhecimento e interesse pela cultura e a diversidade. Acontecimentos como o incêndio do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, em setembro, comprovam a negligência por parte não só do governo, como de uma população que apenas demonstra preocupação com a cultura em casos extremos. Uberlândia reflete essa indiferença, já que os estudantes da UFU e, até mesmo, os moradores da cidade mineira, desconhecem os cinco museus da Universidade, como o Museu Universitário de Arte (MunA), que data de 1975. Há a insuficiência de olhares para a história e também uma carência de espaço na mídia em relação às minorias sociais, uma vez que os direitos são diminuídos. É o caso das comunidades quilombolas, que desconhecem a oportunidade de bolsa-auxílio oferecida pela UFU. Ainda em um espaço de pouca visibilidade, o Campus Glória, por muito tempo isolado dos olhares dos discentes, continua enfrentando alguns problemas.

O Senso InComum traz estas e outras histórias no jornal impresso Edição 41 e também pela plataforma Issuu. Confira as reportagens completas e o livreto Sensinho sobre “Desafios para uma alimentação saudável”.

Edição 41: https://issuu.com/jornalismoufu/docs/senso_incomum_041_issuu_set-out-201

Sensinho: https://issuu.com/jornalismoufu/docs/livreto_senso_incomum_041_set-out-2

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: