Grupos de apoio universitário crescem na UFU

A união entre os estudantes é uma importante ferramenta para combater os problemas do cotidiano como o estresse e ansiedade

Por Jhonatan Dias

O ensino superior exige muitas responsabilidades, e implica uma intensa exposição ao estresse. Muitos estudantes ingressam na universidade em um período de transição da adolescência para a vida adulta, juntamente com vários conflitos internos que podem ser aguçados pela rotina exaustiva do curso. Além disso, as responsabilidades de provas e trabalhos demandam bastante tempo, por isso o lazer é ignorado. Cada aluno possui uma maneira de aliviar a tensão, e os grupos de atividades extracurriculares para este fim tem sido uma opção cada vez mais procurada. É o que diz Mariana Celestino,  mestranda em psicologia pela UFU. Segundo ela,, estes grupos de apoio são uma alternativa fundamental para lidar com o estresse entre os universitários, mas também afirma que o autoconhecimento e reconhecer os limites são etapas essenciais para enfrentar da melhor maneira as adversidades do cotidiano. “É importante tirar um tempinho para relaxar, e não interromper o lazer de forma brusca por conta de uma prova ou trabalho. O aluno deve planejar o seu tempo para suas prioridades e também para sua saúde”.

A mestranda explica que a ajuda mútua é imprescindível, pois, quando estão em grupo, os estudantes escutam e se identificam com as demandas dos outros, ou seja, há a percepção de que não estão sozinhos, eles podem conhecer outras pessoas e isso diminui o sentimento de solidão, natural do ensino superior. As ações extracurriculares também exigem compromissos mais prazerosos para entreter a mente com outros assuntos além dos estudos. Marina também pede que esses grupos sejam mais valorizados “Para mantê-los, é fundamental que a UFU divulgue-os e que os alunos participem das atividades. Assim, outros organizadores se sentirão incentivados a propor novas ações para ajudar outros discentes”. Há diversas opções para quem busca exercício físico, atividades além da graduação ou até mesmo desabafo.

 

Reiki na UFU

A estudante de Ciências Biológicas Aurélia Pereira se sentia bastante aflita e nervosa quando ingressou em seu curso, pois o choque de ter muitas matérias em pouco tempo trouxe crises de ansiedade e o nervosismo. Esta situação foi amenizada quando ela conheceu o Reiki: um tipo de terapia através das mãos, que facilita a troca de energia entre o corpo e o universo. Os pontos estimulados são chamados “chakras”, partes do corpo que canalizam a energia vital, e a prática do reiki propicia o equilíbrio entre os chakras na busca pelo bem estar. Aurélia afirma que se sentiu mais aliviada com a prática: “O reiki me fez ficar mais calma, e percebi equilíbrio em mim. A gente não vira ‘outra pessoa’, mas podemos melhorar muito.” A fim de ajudar outras pessoas, a aluna criou com a colega de turma Lorena Rosado  um projeto de extensão para aplicar o reiki no Campus Umuarama. A princípio, as alunas acharam que o projeto não teria muita adesão, contudo, muitos procuraram a atividade, e encontraram até outros ‘reikianos’ (pessoas habilitadas a aplicar a terapia) na UFU. Hoje, as sessões auxiliam até 12 alunos, e a demanda pela terapia é por ordem de chegada. O projeto possui uma conta no instagram para informar os estudantes sobre novas práticas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

GRUPO ONE VOICE

A religião também pode ser uma importante aliada na busca pelo conforto e bem estar acadêmico. Os grupos religiosos na UFU têm crescido bastante no último ano, e facilitam o exercício da fé de muitos estudantes que vêm de outras cidades e não querem deixar de irem aos cultos, e também para aqueles que preferem se reunir na universidade. O grupo ‘One Voice’, de matriz cristã, existe há um ano, e tem por objetivo pregar a palavra de Jesus Cristo para os alunos. Os encontros acontecem todas as semanas, na terça-feira, a partir das 18:30, no bloco 5R-B do Campus Santa Mônica. A vontade de iniciar o grupo veio do graduando em Ciências Contábeis Luis Philipe Durante. Ele sempre foi uma pessoa muito tímida, mas no momento em que viu a situação da faculdade quis trazer o evangelho para a UFU, por meio do One Voice. “É importante para muitos alunos que se apegam à religião que tenhamos o uma abertura da igreja com o jovem na faculdade, o benefício vem pra alma da pessoa, começamos a lidar melhor com diversas questões e impasses do nosso dia a dia, ”, conclui.

ENGENHEIROS ANÔNIMOS

Desabafar também é uma parte importante no alívio do estresse. Por este motivo, o PET (Programa de Educação Tutorial) do curso de Engenharia Civil e o Diretório Acadêmico do mesmo curso criaram o evento ‘Engenheiros Anônimos’, um momento de reflexão sobre o dia a dia do ensino superior e seus desafios. A roda de conversa, chefiada por um psicólogo, almeja debater os desafios dos cursos de Engenharia da UFU, mas isso não impede que estudantes de outras áreas participem, não há restrições de público. A atividade ainda é muito nova, pois as reuniões começaram em setembro de 2018, e a proposta é fazer encontros  mensais.

A idealizadora da atividade, Ana Laura Berger, afirma que na primeira reunião foram discutidos temas como expectativa, a pressão e o desgaste de longas horas de estudos, desconforto dentro das aulas, e reitera a importância de compartilhar as angústias com outras pessoas e incentivar os alunos a se preocuparem com a saúde mental “Já passou da hora de começarmos a valorizar esse assunto. Falar em grupo gera uma ajuda mútua, ainda mais com apoio psicológico, pois começamos a nos aliviar, contar nossas histórias. Talvez alguém tenha um conselho necessário. É importante passarmos pelas dificuldades da graduação juntos.”. As próximas reuniões serão agendadas pela página do PET Engenharia Civil – UFU no Facebook ou pelo site.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: